Fundos de investimento imobiliário brasileiro usados nos EUA

Os fundos imobiliários têm enfrentado períodos difíceis, que viram suas cotas perderem valor na bolsa, por causa da desaceleração do mercado de imóveis em que passa o Brasil atualmente.

Como alternativa, algumas empresas brasileiras estão atuando no mercado norte-americano na intenção de expandir seus negócios e não ficar estagnado no mercado imobiliário brasileiro.

A legislação referente aos fundos imobiliários americanos proporciona aos investidores uma oportunidade de participar dos benefícios, antes viável apenas para os grandes investidores institucionais, de possuir e financiar um portfólio diversificado de imóveis.

Digamos que os REITs (Real Estate Investment Trust), salvo algumas diferenças, são como os Fundos de Investimentos Imobiliário (FIIs) que temos aqui no Brasil. Os REITs ou Fundos Imobiliários foram criados nos EUA e foram autorizados a ser listados em bolsa de valores pelo congresso americano somente em 1960.

Até 1986 os REITs podiam apenas alugar os imóveis, sem poder gerenciar de forma mais ativa seus portfólios. Mas a Tax Reform Act mudou tudo e permitiu que os REITs pudessem ser geridos como se fossem empresas de verdade e trabalhassem de forma mais ativa. Passando a atuar quase nos moldes do que temos hoje com as construtoras do Brasil, que podem elaborar e desenvolver um projeto habitacional e depois coloca-lo à venda no mercado.

Imobiliaria em Goiania e região